TNT | Erro de tradução grosseiro cita presidente do Brasil e irrita criador de série

Um episódio de “Brooklyn Nine-Nine” que foi ao ar no Brasil incluiu um diálogo extremamente “mal traduzido” em que um personagem implica apoio ao presidente do Brasil, Jair Bolsonaro, o que não faz o menor sentido com o texto original.

A TNT Brasil, que exibe o sitcom da NBC por aqui transmitiu uma versão do episódio 504 com Charles Boyle (interpretado por Joe Lo Truglio) fazendo referências a Bolsonaro na dublagem em português.

Uma conta brasileira no Twitter chamou atenção do co-criador / showrunner do Brooklyn Nine-Nine, Dan Goor, no Twitter no fim de semana, que ficou abismado com o rumo que o texto da série tomou por aqui, principalmente pelo personagem que não faz referências políticas. O diálogo do episódio está sendo corrigido pela dubladora responsável pelo erro de tradução e será refletido em todas as futuras exibições na TNT Brasil que pediu desculpas no Twitter pela completa falta de cuidado.

Na versão original é utilizada a palavra “tramp” como sugestão para o nome da equipe de uma competição anual que ocorre no episódio de Halloween na comédia que se passa em um departamento de polícia. A piada com a palavra, é que uma das definições significa “vadia”, mas por algum motivo o responsável pela tradução, entendeu que a palavra era “Trump” (Presidente dos EUA), e adaptou para a cultura brasileira, o que é normal para o público que assiste conteúdo dublado entenda. O problema é que o tradutor cometeu um erro grosseiro, pois as duas palavras tem escrita e pronuncias diferentes.

A repercussão deste fato expõe uma questão complicada: enquanto os profissionais de dublagem e editores façam um trabalho muito bom no Brasil, o investimento e cuidado na tradução do texto original é precário.

A Netflix tem as 4 primeiras temporadas, e com uma tradução de muito melhor qualidade.